Início

---------------------   NOTÍCIAS / NOTICIAS / NEWS   -----------------------

 

Informações sobre certificados | Informaciones sobre certificados | Certificate information
Informações sobre certificados | Informaciones sobre certificados | Certificate information
Assista aos vídeos das conferências do VII FSMM
Assista aos vídeos das conferências do VII FSMM
Nota de agradecimento | Comunicado de agradecimiento
Nota de agradecimento | Comunicado de agradecimiento
Haddad sanciona lei durante o Fórum Social Mundial das Migrações
Haddad sanciona lei durante o Fórum Social Mundial das Migrações
Credenciamento de Impresa | Press accredidation | Acreditación de la prensa
Credenciamento de Impresa | Press accredidation | Acreditación de la prensa
Wagner Moura fala sobre o VII Fórum Social Mundial das Migrações
Wagner Moura fala sobre o VII Fórum Social Mundial das Migrações
Percorrido boliviano vai ocupar a Avenida Paulista
Percorrido boliviano vai ocupar a Avenida Paulista
Ouça a música oficial do FSMM 2016 criada por artistas imigrantes e brasileiros MP3
Ouça a música oficial do FSMM 2016 criada por artistas imigrantes e brasileiros MP3

Informações sobre certificados | Informaciones sobre certificados | Certificate information

Os/as interessadXs em receber o certificado de participação do VII Fórum Social Mundial da Migrações (FSMM) devem enviar a solicitação e o nome completo para o e-mail: contato.fsmm2016@gmail.com . As solicitações devem ser feitas até o dia 31 de julho. 

****************************************************************************************

InteresadXs en recibir el certificado de participación en el VII Foro Social Mundial de las Migraciones deben solicitarlo mandando nombre completo para el correo electrónico: contato.fsmm2016@gmail.com hasta el 31 de julio.

****************************************************************************************

Participants interested in receiving the certificate of participation in the VII World Social Forum on Migrations (WSFM) should send the request and the full name for the e- mail: contato.fsmm2016@gmail.com . Applications should be submitted until July 31th. 

 

Assista aos vídeos das conferências do VII FSMM

Encontro aconteceu em São Paulo, de 7 a 10 de julho, na Faculdade Zumbi dos Palmares e no Centro Esportivo e de Lazer Tietê; As palestras foram gravadas em parceria com a emissora TVT e a Fundação Perseu Abramo

Os vídeos das conferências do VII Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM) estão disponíveis no youtube. Além dos palestrantes de diversas partes do mundo, o prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, também esteve presente. 

 

Conferência inaugural: “Migrantes construindo alternativas frente à desordem e a crise global do capital”. Assista aqui!

Marita Gonzales | Cientista política e professora da Universidade de Buenos Aires, também é coordenadora de Centrais Sindicais do Cone Sur (CCSCS).
Manuel Hidalgo | Presidente da Asociación de Inmigrantes por la Integración Lattinoamericana y del Caribe (APILA).

 

Eixo 1 | “A crise sistêmica do modelo capitalista e suas consequências para as migrações”. Assista aqui!

Khadija al Husseini |Ativista dos direitos humanos com especial interesse nos direitos das mulheres e refugiados, também foi presidenta do Comitê de Mulheres da Confederação Internacional dos Sindicatos Árabes (CISA). 
Bela Feldman-Bianco | Antropóloga e Coordenadora do Comitê Migrações e Deslocamentos da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e representante da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência na Comissão Nacional de Imigração (CNIg). 
Tomás Hirsch Goldschmidt | Ativista da luta não violenta durante a ditadura de Augusto Pinochet. Fundador e presidente do Partido Humanista do Chile na década de 90. Também foi candidato presidencial, em 2005, pela aliança de esquerda "Juntos Podemos Más”.

Moderador - Iván Gonzáles Alvarado | Coordenador Político da Confederação Sindical dos Trabalhadores das Américas (CSA), é especialista em temas de Direitos Humanos no mundo do trabalho.

 

Eixo 2 | “Resistências e alternativas desde os sujeitos migrantes”. Assista aqui!

María Catalina López y Lopez | 
Ativista guatemalteca pelos direitos dos migrantes, integrou a XI Caravana de Madres Migrantes Centroamericanas en búsqueda de sus hijos. É professora com especialização em migração e interculturalidade, direitos humanos e saúde mental comunitária.
Annalisa Pensiero | Antropóloga e integrante do Movimento Humanista. Responsável desde 1999 até 2002 pelo projeto Oñondivepá (auto-organização comunitária), no Paraguai. Em 2001, criou o Fórum de Educadores Humanistas.

Moderador
-
Luambo Pichou | Formado em direito pela Universidade de Kisangani, em seu país de origem, a República Democrática do Congo. É coordenador do Grupo de Refugiados e Imigrantes Sem-teto de São Paulo (GRIST) e está no Brasil há seis anos.

 

Eixo 3 | “Migração, gênero e corpo”. Assista aqui!

Aida Garcia Naranjo | Foi a primeira Ministra das Mulheres do Peru. Também atuou como embaixadora do Peru no Uruguai e foi representante permanente do país para o MERCOSUL e da Associação Latino-americana de Integração (ALADI).
Jobana Moya | Imigrante boliviana e integrante do movimento humanista desde o ano 2000. Ativista pelos direitos dos imigrantes no Brasil desde 2008, e uma das fundadoras Equipe de Base Warmis, em 2013.
Hortence Mbuyi Mawanza | Congolêsa formada em direito econômico e social pela universidade de Kinshasha.

Moderadora - Valeria España | Advogada com mestrado e doutorado em Direitos Humanos pela Universidade Nacional de Lanús, em Buenos Aires. Já foi consultora do Instituto de Políticas Públicas e Direitos Humanos
do MERCOSUL.

 

Eixo 4: “Migração, os direitos da mãe natureza, o clima e as disputas Norte-Sul”. Assista aqui!

Paulina Azevedo | Jornalista licenciada em Comunicação Social e formada em Direitos Humanos, autora do livro Desplazamiento Ambiental, Globalización y Cambio Climático: Una mirada desde los Derechos Humanos y de los Pueblos Indígenas (2014).
Suzane Melde | Coordenadora do projeto “Migração, ambiente e alterações climáticas: Indicação para política" (MECLEP) projeto da Organização Internacional das Migrações (OIM), em Berlim, Alemanha.
Sabrina Haboba | Cientista política e assessora da Secretaria de Relações Internacionais da Central dos Trabalhadores Autônoma da Argentina (CTA-Autônoma).

Moderador - Ricardo Burratino Felix | Professor de direito internacional, já atuou como advogado no convênio ACNUR/ONU e CONARE (Comitê Nacional para Reugiados), no Centro de Refugiados da Caritas Arquidiocesana de São Paulo.

 

Eixo 6: “Direito à cidade, inclusão social e cidadania de imigrantes”. Assista aqui!

Luz Patricia Correa | Atual coordenadora da Unidade Municipal de vítimas da Prefeitura de Medellín (Colômbia) , é a principal responsável por cuidar de vítimas na capital de Antioquia e uma das pessoas com mais experiência de trabalho com desplazados.
Rogério Sottilli | Mestre em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Foi secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência da República e secretário-executivo da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República
Veronica Yujra | Boliviana residente no Brasil, dentista trabalhadora da saúde pública. Ativista no movimento de Direitos do Imigrante à Saúde e Educação desde 2008. Idealizou e fundou, em 2012, o Projeto Sí, Yo Puedo!.

Moderador - Raul Delgado Wisse | É doutor em Ciências Sociais pela Universidade da Pensilvânia, professor na Universidade de Zacateca, no México, e membro do Comitê Internacional do Fórum Mundial Social das Migrações.

Conferência de Encerramento: Assembléia de movimentos e aprovação do documento. Assista aqui!

Ernesto Samper | Secretário Geral da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL) e ex-presidente da Colômbia.

 conferencia2

 

 

A Secretaria Técnica do VII Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM) agradece a todos pela participação. A realização deste grande encontro mundial, que ofereceu espaço para o debate e reflexão sobre a questão migratória,  só foi possível graças à dedicação dos voluntários, comissões, apoiadores, conferencistas e participantes.

Destacamos também o apoio oferecido pelo Comitê Católico Contra a Fome e pelo Desenvolvimento (CCFD- Terre Solidaire); a Central Única dos Trabalhadores (CUT), União Geral dos Trabalhadores (UGT); a Fundação Friedrich Ebert (FES); a Organização Internacional do Trabalho (OIT); a Faculdade Zumbi dos Palamares, o Centro Esportivo e de Lazer Tietê e a Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores.  


Em  especial, agradecemos o apoio recebido da Câmara Municipal de São Paulo, por meio do seu presidente, o vereador Antonio Donato (PT); da Prefeitura de São Paulo, por meio do prefeito Fernando Haddad (PT); da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), com apoio do secretário Felipe de Paula, e da Secretaria do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE), com apoio do secretário Artur Henrique. Nos vemos no México, em 2018.

************************************************************************************************

La Secretaría Técnica del VII Foro Social Mundial de las Migraciones (FSMM) agradece a todos por participar. La realización de este gran encuentro mundial, que ofreció un espacio para el debate y la reflexión sobre las migraciones, esto fue posible gracias a la dedicación de las diferentes comisiones organizadoras, voluntarixs, conferencistas e apoyadores.

También destacamos el apoyo proporcionado por el Comité Católico contra el Hambre y por el Desarrollo (CCFD- Terre Solidaire); Central Unica de los Trabajadores (CUT), Unión General de Trabajadores (UGT);  Fundación Friedrich Ebert (FES);  Organización Internacional del Trabajo (OIT); Zumbi dos Palamares, Centro de Ocio Deportes Tiete y Catalogo Premium Intérpretes y Traductores.

En particular, apreciamos el apoyo recibido por el Municipio de Sao Paulo, a través de su presidente, el concejal Antonio Donato (PT); la Ciudad de Sao Paulo, a través del Alcalde Fernando Haddad (PT); la Oficina Municipal de Derechos Humanos y Ciudadanía (SMDHC), con el apoyo Secretario Felipe de Paula, y el Departamento de Desarrollo, Trabajo y Emprendimiento (SDTE), con el apoyo Secretario Artur Henrique. Nos vemos en Mexico 2018.

 ***********************************************************************************************

The Technical Secretariat of the VII World Social Forum on Migration (FSMM) thank you all for participating. The realization of this great world meeting, which offered space for debate and reflection on the migration issue, was only possible thanks to the dedication of volunteers, committees, speakers, participants, supporters, Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores, the Centro Esportivo e de Lazer Tietê and the University Zumbi dos Palmares.

We also highlight the support provided by the Catholic Committee Against Hunger and for Development (CCFD- Terre Solidaire);eh  Central Workers Union(CUT); the General Union of Workers(UGT); the Foundation Friedrich Ebert (FES); the International Labour Organization (ILO); the University Zumbi dos Palamares, the Centro Esportivo e de Lazer Tietê and Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores.  

In particular, we appreciate the support received from the São Paulo City Hall, through the Mayor Fernando Haddad (PT); Sao Paulo City Council, through the support of the  Councilman Antonio Donato (PT); the  Municipal Secretariat for Human Rights and Citizenship (SMDHC), represented by the Secretary Felipe de Paula  and the Department of Development, Labor and Entrepreneurship, represented by the Secretary Artur Henrique. We´ll meet again in Mexico, in 2018. 

 

 

Haddad sanciona a lei durante o primeiro dia do Fórum Social Mundial das Migrações


Além do prefeito, estavam presentes na cerimônia de abertura do FSMM o 
secretario de Direitos Humanos e Cidadania da cidade de São Paulo, Felipe de Paula; o secretário do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, Artur Henrique; os representantes do Comitê Internacional do FSMM, Luiz Bassegio e Paulo Illes,entre outros; encontro aconteceu na noite de quinta-feira, (7), no Centro Esportivo e de Lazer Tietê, na cidade de São Paulo

O  Prefeito da cidade de São Paulo Fernando Haddad (PT) sancionou o Projeto de Lei 142/2016 durante a cerimônia de abertura do VII Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM), na noite de quinta-fera (7).  A lei institui a Política Municipal para a População Imigrante e o Conselho Municipal de imigrantes, visando garantir o acesso dessa população aos direitos sociais e serviços públicos da cidade, incentivando também uma maior participação social. 

No encontro, que aconteceu no Centro Esportivo e de Lazer Tietê, em São Paulo, Haddad destacou a vocação multicultural da cidade "uma terra construída por migrantes e imigrantes de todo o Brasil e de todos os continentes". Ele ainda ressaltou o seu orgulho, como filho de libaneses e agora como prefeito da cidade, em fazer parte dessa nova onda migratória na capita paulista, ressaltando  os ganhos materiais e imateriais que as migrações trazem e reafirmou o seu compromisso com a cidadania e com os direitos dos migrantes: “Nós queremos que os seres humanos possam circular livremente pelo planeta e que se sintam cidadãos onde quer que escolham para viver”, concluiu. 

Em sua fala, o prefeito também ressaltou o engajamento e dedicação a causa migratória do representante da Secretaria Técnica do FSMM e ex-coordenador de Políticas para Migrantes da Prefeitura de São Paulo, Paulo Illes. Além do prefeito, estavam presentes na cerimônia de abertura a vice-prefeita da cidade, Nadia Campeão, o secretario de Direitos Humanos e Cidadania da cidade de São Paulo, Felipe de Paula; o secretário do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, Artur Henrique; os representantes do Comitê Internacional do FSMM, Luiz Bassegio e Paulo Illes, a pró-reitora da Faculdade Zumbi dos Palmares, Francisca Rodrigues Pereira, entre outros.  

Após a primeira mesa da noite, artistas migrantes foram convidados a subir ao palco e para recitar poesias de escritores de múltiplas nacionalidades e em diversos idiomas. O Centro do Apoio ao Imigrante aproveitou o evento para lançar a campanha “Não ao trabalho escravo, sim ao trabalho digno”, que alerta para a necessidade de combate ao trabalho escravo e ao tráfico de pessoas.

Conferência

A última mesa foi composta por Marita Gonzales, cientista política e professora da universidade de Buenos Aires e coordenadora das Centrais Sindicais (CSCS), Salah Salah, membro do Comitê Internacional do FSMM e ativista palestino e Manuel Hidalgo, Presidente da Associación de Inmigrantes por la Integración Latinoamericana y del caribe (APILA).

Marita Gonzales ressaltou que a história da humanidade é a história das migrações e que não existe uma civilização possível sem esse elemento comum a todos os seres humanos, a capacidade de migrar, de se movimentar.  Ela ainda destacou a  incoerência da globalização neoliberal que “proclama a liberdade de circulação dos bens e do capital, mas restringe a circulação das pessoas. Devemos reivindicar a livre circulação de pessoas como os capitalistas"

Salah Salah falou sobre a situação política do povo palestino que permanecem sem um Estado e sem o direito de retorno para a sua terra. O último conferêncista da noite, Manuel Hidalgo, alertou para o momento dramático que a humanidade atravessa, onde qualquer tendência de mudança é combatida pelo imperialismo americano, numa escalada de guerras e agressões contra a humanidade e contra a mãe natureza. Para ele, a faz parte do capitalismo criar uma falso inimigo na figura do imigrante, plantar a desconfiança entre as classes trabalhadoras para, assim, manter o poder e a hegemonia. Hidalgo finaliza propondo que todos os movimentos sociais se unam através da solidariedade no combate à cultura do ódio e do individualismo, para que assim possamos construir “um mundo onde caibam todos os mundos”.

 

Credenciamento de Impresa | Press accredidation | Acreditación de la prensa


Os jornalistas interessados em se credenciar para a cobertura do VII Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM) 
devem procurar a Mesa de Credenciamento, no Centro Esportivo e de Lazer Tietê. 

Os jornalistas que já efetuaram o processo de credenciamentos devem retirar as crendenciais na Mesa de Credenciamento, no Centro Esportivo e de Lazer Tietê. 

************************************************************************************************

Los periodistas interesados en acreditar para cubrir el Foro Social Mundial de las Migraciones VII (FSMM) deben buscar la Mesa de Registro, en lo Centro Esportivo e de Lazer Tietê. 

Periodistas ya acreditados deben retirar las credenciales en la Mesa de Registro.

************************************************************************************************

Media accredidation for the  VII World Social Forum on Migration (WSFM) is availabe at the Registration desk, located at the Centro Esportivo e de Lazer Tietê.
Journalists already accredited should withdraw the credentials at the registration desklocated at the Centro Esportivo e de Lazer Tietê. 

 

 

Data e horário | Date and schedule

7 de julho / julio / July | 14h - 21h
8 de julho / julio / July | 8h - 21h
9 de julho / julio / July | 8h - 17h
10 de julho / julio / july | 8h - 12h 

 


Wagner Moura fala sobre o VII Fórum Social Mundial das Migrações

 

Ator, que é de família de migrantes, fala sobre a importância em debater a questão migratória e faz um convite para o público participar do encontro

 

Wagner Moura divulgou um vídeo no qual fala sobre o VII Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM). O ator, que acaba de encerrar as gravações da segunda temporada da série Narcos, da Netflix, é filho de migrantes nordestinos e um defensor da temática dos direitos humanos. No vídeo, ele conta um pouco a sua história e fala sobre a importância do evento que debate as migrações no Brasil e no mundo: "Acho que a migração é um dos assuntos mais importantes a serem debatidos no mundo de hoje, especialmente no Brasil. Que bom que esse Fórum está acontecendo agora".

O FSMM 2016 oferece espaço para um debate democrático, a partilha de ideias e experiências para a construção de planos, estratégias e ações sobre questões relacionadas à migração e mobilidade. Ele acontece entre os dias 7 a 10 de julho, na Universidade Zumbi dos Palmares e no Centro Esportivo e de Lazer Tietê.

Para assistir ao vídeo do ator é só clicar aqui!

 

Dança boliviana, percorrido, vai ocupar a Paulista no domingo

Mais de 260 pessoas, entre músicos e dançarinos, irão percorrer a avenida apresentando um repertório folclórico da Bolívia; o evento é um dos esquentas do VII Fórum Social Mundial das Migrações, que acontece de 7 a 10 de julho na cidade

Pela primeira vez a Paulista será ocupada com o folclore boliviano. O Percorrido, que começa a partir da estação Brigadeiro e segue até a Consolação, vai reunir mais de 260 pessoas, entre dançarinos e músicos, e acontece no próximo domingo (3), a partir das 14h. O evento é um dos esquentas do VII Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM), que será realizado de 7 a 10 de julho, em São Paulo.

Tradicionalmente os percorridos são grandes festas realizadas nas principais avenidas das cidades. Em Buenos Aires, por exemplo, eles ocorrem na Avenida 9 de julho, cartão postal e importante centro de deslocamento da capital argentina. Para Paulo Illes, da Secretaria Técnica do FSMM e ex-coordenador de Políticas para Migrantes da Prefeitura de São Paulo, a ocupação da Paulista pela cultura boliviana também é simbólica.

"O percorrido na Paulista é um marco para a história da cidade, de seus migrantes e principalmente dos imigrantes e descendentes de bolivianos que terão a sua cultura representada em um espaço simbólico de São Paulo. É um evento que traz visibilidade para a comunidade e reforça a ideia da Paulista como um espaço para todos”, explica. 

Um dos grupos convidados para a apresentação é o Kantuta Bolívia, criado nos anos 80 na capital paulista. Além dele, a banda Generación Intocables também estará presente, sendo responsável pela música ao vivo. 

 

SERVIÇO

Percorrido Boliviano

Quando? Domingo, dia 3. 
Horário? Às 14h.
Local? Concentração na estação Brigadeiro, na Avenida Paulista.
Trajeto: Da Brigadeiro até a Consolação.

Ouça a música oficial do FSMM 2016 criada por artistas imigrantes e brasileiros

MusicaFSMM

 

A canção Meu lugar tem trechos cantados em diferentes idioma como português, espanhol, lingala e árabe e foi produzida de forma colaborativa por músicos e voluntários


Leonardo Matumona. Foto: Ilana GoldsmidArtistas brasileiros e imigrantes se uniram para criar a música oficial do VII Fórum Social Mundial das Migrações (FSMM). A canção, intitulada Meu lugar, apresenta trechos cantados em português, espanhol, árabe e lingala (idioma derivado do bantu, falado na região noroeste da República Democrática do Congo). Ela foi produzida e interpretada por 10 artistas de diferentes origens e etnias (Haiti, Bolívia, Costa Rica, França, Síria, Brasil, entre outros), de forma colaborativa. A gravação da música e do clipe foi feita de forma gratuita pelo Coletivo Digital e pelo Visto Permanente, respectivamente. A produção executiva de “Meu lugar” foi desenvolvida por Dayana Araújo, da Cidade Escola Aprendiz, e Ilana Goldsmid, do Abraço Cultural, de forma voluntária.

A iniciativa surgiu em uma reunião da Comissão de Mídia do FSMM 2016, em março. O objetivo era criar uma canção que desse voz aos imigrantes, ressaltando também a diversidade cultural e étnica. O mentor da ideia, o cantor Leonardo Matumona, propôs fazer a voz principal. Já Dayana Araújo trouxe o clarinetista, compositor e arranjador André Parisi para compor a canção em conjunto com Leonardo, fazer os arranjos e a produção musical. André chamou mais dois músicos brasileiros, que aceitaram participar recebendo apenas uma ajuda de custo. Ao grupo se juntaram mais cinco músicos imigrantes e uma cantora carioca. E desta mistura de origens e sotaques surgiu a canção Meu lugar.

Quem são os artistas?

André Parisi | Clarinetista, compositor e arranjador, André é o produtor musical, arranjador e compositor da canção ao lado de Leonardo Matumona. Formado em guitarra popular pela Faculdade Santa Marcelina, desenvolve um trabalho de choro autoral com o André Parisi Sexteto. Já trabalhou ao lado de nomes como Altamiro Carrilho, Osvaldinho da Cuíca e César Salgan. Em 2009, gravou seu primeiro CD, “André Parisi - Língua Brasileira” e, em 2012, gravou o CD de choro “Movimento Sincopado”.

Anthony David Taieb | O músico francês, de 28 anos, toca saxofone desde os 10 anos de idade. No Brasil desde 2011, ele já viveu no Rio de Janeiro, onde participou de bandas como a Orquestra de Sopros, da ProArte, e da Bandabonô. Em São Paulo há dois anos, ele estuda na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP) e toca na banda latina Quinteto Guayaba, cujo repertório passa por samba choro, valsas peruanas, lando peruano, boleros e canções francesas.

Leonardo Matumona | Cantor de origem congolesa, ele trabalhou na composição da letra e fez a voz principal de "Meu lugar". Leonardo começou a cantar ainda criança no coral da igreja que frequentava em Luanda (Angola), onde também estudou canto. No Brasil desde 2012, fundou o grupo Os Escolhidos, composto exclusivamente por congoleses e angolanos. O repertório do grupo inclui músicas tradicionais do Congo e Angola cantadas em kikongo, lingala e swahili, além de músicas autorais em português.

Gabriel Deodato | É paulistano formado em violão popular e violão sete cordas pela EMESP. Já se apresentou no MASP com a cantora lirica Inês Stockler, o pianista Daniel Grajew e o percussionista André Kurchall. Em território estrangeiro, fez turnê na Suécia e na Finlândia acompanhando a cantora mineira Karine Telles e o bandolinista Maik Moura. Em 2010, fundou o Gabriel Deodato Trio, dedicado a obras de Tom Jobim. Atualmente estuda licenciatura em música na faculdade UniSant´Anna.

Geneviève Gherubin | Cantora haitiana de 33 anos, ela chegou a São Paulo em julho de 2015. No Haiti, participava da banda Asakivle, especializada em músicas tradicionais. Ela é formada em Pedagogia e Letras, tendo lecionado nas escolas Collège Canapé-Vert e MEVA e atuado como diretora na escola Tipa Tipa em Porto Príncipe. No Brasil, é professora de francês e cultura haitiana na ONG Abraço Cultural.

Marisol Corteletti | Brasileira, carioca e filha de uma ex-passista de samba e um imigrante uruguaio. No Rio de Janeiro, cantou no projeto Brasil de Cara e no grupo vocal Quarteta, além de estudar na Escola Portátil de Choro e Maracatu Brasil. Em São Paulo desde 2015, integra o Quinteto Guayaba. Formada em Ciências Sociais, cursa pós-graduação em gestão pública e trabalha com assessoria parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Miguel Solari | Cantor, guitarrista e compositor costarriquenho, Miguel é conhecido em seu país pela sua banda La Escafandra. Em 2011, a sua canção “1+1” foi escolhida pela ONU/ACNUR para uma campanha em TV e Radio chamada de “1+1 hacemos Costa Rica”, sobre a diversidade e a riqueza da imigração. Miguel já gravou dois álbuns e ganhou prêmios em seu país de origem. Ele veio para o Brasil em 2013 e neste ano formou uma banda de música autoral.

Mildred Rosario Herencia Torrico | Imigrante boliviana, oriunda de Cochabamba. Com 50 anos de carreira como cantora, Mildred já se apresentou em vários países da América Latina como: Peru, Venezuela, Argentina, Equador e Chile. Estudou música no Instituto Laredo, na Bolívia, e participou do dueto Ñustas de Bolivia e do Trio Nostalgias. Chegou ao Brasil em 2013.

Ola al Saghir | Cantora nascida em Homs (Síria) e de família de origem palestina. Ela começou a cantar aos cinco anos de idade sob a influência do pai, que tocava alaúde durante as reuniões familiares. Na juventude, foi integrante de bandas amadoras na Síria. Após três anos de guerra, resolveu embarcar para o Brasil com o marido e filho na esperança de começar uma nova vida. Desde que chegou ao Brasil, em março de 2015, se dedica à música árabe.

Paulo Oliveira | Baterista e percussionista natural de São Paulo, Paulo estudou música no Conservatório e Faculdade Souza Lima & Berklee e na EMESP, além de cursar Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo e licenciatura em Música na Faculdade UniSant’Anna. Participou de grupos de jazz e música instrumental brasileira como: Brasil Jazz Trio e o Quarteto Deu Jazz. Atualmente é professor de música e faz shows com os grupos Trio Ogã e Gabriel Deodato Trio.

 
NO FSMM 2016:
   
   

Local do FSMM 2016: Universidade Zumbi dos Palmares e Centro Esportivo Regatas do Tietê / Endereço: Av. Santos Dumont, 843 - Armênia, São Paulo - SP, CEP: 01101-000  

Secretaria Técnica Operativa do FSMM - São Paulo 2016 / Rua Bernardo Magalhães,203 /Tatuapé, São Paulo, SP - CEP:03067-060 contato@fsmm2016.org / +55 11 2384-2275

Copyright © 2016. FSMM SÃO PAULO.